ESG
Escola Superior de Guerra

Comandante da Marinha Profere Palestra Para os Estagiários do Curso Superior de Defesa

No dia 8 de março de 2016, o Comandante da Marinha, Almirante-de-Esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira, proferiu uma palestra sobre as Políticas e Estratégias do Comando da Marinha para os estagiários do Curso Superior de Defesa (CSD), na Escola Superior de Guerra (ESG). O Comandante da Marinha iniciou sua exposição como uma explanação sobre a importância do mar para a humanidade, destacando o atual contexto marítimo brasileiro, no qual se registra a passagem de uma média de 1.640 navios por dia, o que representa 10% do total de todo o mundo. Em seguida, falou sobre a missão da Marinha e relacionou as tarefas básicas do Poder Naval para a defesa da Pátria: negar o uso do mar ao inimigo, controlar as áreas marítimas, projetar poder sobre a terra e contribuir para a dissuasão.

Citando a Política Nacional de Defesa e Estratégia Nacional de Defesa, Leal Ferreira reforçou a necessidade de defesa da Amazônia e do Atlântico Sul, áreas de interesse estratégico do País, não só pela riqueza de recursos, mas também devido à vulnerabilidade de acesso pelas fronteiras terrestres e marítimas. Na oportunidade, citou os organismos que atuam em missões de paz, humanitárias e de desminagem, como a força de estabilização da ONU no Haiti (MINUSTAH) e a Força Interina das Nações Unidas no Líbano (UNIFIL) / Força-Tarefa Marítima (FTM), além da Garantia da Lei e da Ordem (GLO). Esta última se fez presente na Copa do Mundo 2014, operação que envolveu 13.000 militares da Marinha. Mencionou ainda a Operação São Francisco do Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais na Maré, que contou com 600 militares em regime de prontidão. E ressaltou a expectativa em relação às atividades delegadas à Força nos Jogos Olímpicos de 2016, já que toda a orla do Rio de Janeiro estará sob sua responsabilidade.

O Almirante demonstrou a contribuição da Marinha para o desenvolvimento nacional, citando a construção naval, a indústria de defesa e as áreas de pesquisa científica e tecnológica, como a Ilha da Trindade (PROTRINDADE), o Arquipélago de São Pedro e São Paulo (PROARQUIPELAGO) e o Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR). Abordou também algumas atribuições desempenhadas na Segurança da Navegação, como a de fiscalizar o cumprimento das leis e regulamentos no mar, orientar e controlar a Marinha Mercante no ensino profissional marítimo e realizar a Inspeção Naval, enfatizando que a Operação Verão, realizada pelas Capitanias dos Portos, reduziu os acidentes envolvendo as embarcações de esporte e recreio.

Ao concluir a palestra, o Almirante deixou uma mensagem do otimismo ao auditório, dizendo que "apesar das dificuldades orçamentárias, acredita na Marinha e que sua atuação faz a diferença para o futuro do país".

Aberto os debates, os palestrantes puderam esclarecer suas dúvidas e, na seqüência, o Coronel Fontenele, da Escola de Comando e Estado Maior da Aeronáutica (ECEMAR), agradeceu, em nome de todas as Escolas que integram o CSD, a palestra proferida pelo Comandante da Marinha.

 IMG 3154