Você está aqui: Página Inicial > Notícias > ESG Brasília diploma especialistas em Diplomacia e Defesa

Notícias

ESG Brasília diploma especialistas em Diplomacia e Defesa

O campus Brasília da Escola Superior de Guerra (ESG) realizou, no fim da manhã do dia 25/09, a cerimônia de encerramento e diplomação dos 33 concluintes da Turma Embaixador Paulo Cordeiro de Andrade Pinto do Curso de Diplomacia e Defesa (CDIPLOD), em cerimônia cuidadosamente adaptada às medidas de enfrentamento à COVID-19 e seguindo as orientações da OMS (Organização Mundial da Saúde), restrita apenas aos formandos.

A solenidade foi presidida pelo Comandante da ESG, Almirante de Esquadra Wladmilson Borges de Aguiar, acompanhado pelo Comandante do Campus Brasília, General de Divisão Carlos André Alcântara Leite, e pelo Diretor do CDIPLOD, Cel R1 EB Luiz Otávio Sales Bonfim. De máscaras, formandos, professores e comandantes, acomodados em cadeiras isoladas a dois metros uma da outra e sem a participação de familiares e convidados dos diplomandos.

Esta quinta edição do CDIPLOD, com coordenação acadêmica do Prof Dr Fábio Albergaria de Queiroz, foi realizada em cinco semanas, sendo três na modalidade de ensino a distância, de 24 de agosto a 11 de setembro, e duas presenciais, de 14 a 25 de setembro. Com carga horária total de 118 horas/aula, o curso apresentou temas sobre Política Internacional, Defesa Nacional, Diplomacia, Adidância e Assessoria Internacional e Estudos Aplicados, para 33 estagiários - como são designados os participantes, sendo 12 civis e 21 militares, de 15 diferentes órgãos da administração pública federal e estadual.

O curso é destinado para servidores públicos da alta administração federal e estadual, oficiais da Marinha do Brasil (MB), Exército Brasileiro (EB), Força Aérea Brasileira (FAB) e das Forças Auxiliares. O objetivo é desenvolver competências relacionadas ao exercício da atividade de Diplomacia e Defesa, com vistas aos interesses da Política Nacional de Defesa, conciliados com os objetivos da Política Externa Brasileira.

O Comandante da ESG, Alte Esq Borges, em seu discurso falou aos estagiários: “Aos que terão o privilégio e a honra de representar o Brasil no exterior – e àqueles que vão desempenhar funções de assessoria internacional de alto nível em suas respectivas instituições – o CDIPLOD foi um valioso instrumento para compreender a necessidade de uma perfeita articulação entre as esferas diplomática e de defesa na consecução dos interesses nacionais, bem como para entender a sinergia que deve existir entre diplomacia e defesa, onde tanto a preferência pelo diálogo, quanto a opção pelo uso da força nas relações exteriores exigem a combinação das variáveis diplomática e militar”, disse.

Para a Primeira-Secretária do Ministério das Relações Exteriores (MRE), Daniele Farias Luz, “o curso sem dúvida foi de grande valia para a minha carreira diplomática, pois permitiu aprofundar conhecimentos relacionados à chamada diplomacia militar; conhecer as perspectivas das forças armadas sobre temas da agenda internacional; aprender sobre as funções e tarefas dos adidos militares junto às embaixadas; e conhecer os principais projetos estratégicos de cada uma das Forças. Foi de grande utilidade, igualmente, o tópico “experiências vividas” - testemunhos de vida de servidores com diversos tipos de experiência na área de diplomacia e defesa”.

Para o Major Bombeiro e assessor Técnico em Planejamento Estratégico do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Sued Santos Rocha de Souza, “Como oficial Estadual, o conhecimento adquirido no curso servirá de base para elaboração de uma política pública que permita a Segurança Pública por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP) participar de forma proativa na conjuntura Internacional, seja por meio de relações de troca de conhecimento, seja por meio da divulgação do Estado Brasileiro em ações da Segurança Pública. Particularmente o aprendizado proporcionará para mim novas oportunidades na minha carreira ampliando o horizonte e me fazendo pensar “fora da caixa”, ou seja, em uma visão participativa além do cotidiano”, disse.

Para a Major QCO da ESG, Profª Drª Daniela Schmitz Wortmeyer, “o CDIPLOD contribuiu para ampliar minha compreensão sobre as relações internacionais e seus impactos sobre o Brasil, considerando dimensões culturais, econômicas, políticas, científico-tecnológicas e militares. Foi evidenciada a complementaridade entre Diplomacia e Defesa, assim como a importância da articulação e trabalho conjunto das diferentes carreiras de Estado, visando a promoção dos valores e interesses nacionais. Como profissional e pesquisadora no campo da psicologia social e cultural, saio do Curso mais capacitada para assessorar em minha área específica com uma visão sistêmica e interdisciplinar, tendo em vista a complexidade e o dinamismo dos cenários contemporâneos.”

O orador

Fábio Costa Pereira, Procurador de Justiça no Tribunal de Justiça Militar do Rio Grande do Sul (TJM/RS) e Presidente da Associação Brasileira de Estudos de Inteligência e Contrainteligência (ABEIC), em discurso emocionado: “O curso, muito mais além do que o nome que o informa e o identifica, Diplomacia e Defesa, levou-nos, enquanto estagiários, a refletir sobre a complexidade do mundo que nos cerca, a importância de se ver claramente do que o problema se trata e, em especial, o orgulho do sentimento de ser brasileiro”, disse.

O CDIPLOD

A estrutura curricular do curso apresenta uma abordagem inicial de base teórica no campo das Relações Internacionais, explora aspectos mais relevantes da Diplomacia Brasileira, conduzida pelo Ministério das Relações Exteriores e destaca temas da Defesa Nacional que mais interessam ao exercício daquelas funções. Complementam-se tais competências com conteúdos próprios de profissões de áreas afins, agregando desta forma, os conhecimentos necessários e o uso de ferramentas adequadas, àqueles que poderão participar do processo de representação do Brasil no exterior.

registrado em: